Notícias

28/03/2013

Vitória recebe verba da Embratur para investir na promoção da cidade no exterior.

imagem

Vitória será uma das primeiras cidades a se beneficiar com a verba do convênio Chamamento de Município disponibilizada pelo Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur).

Vitória será uma das primeiras cidades a se beneficiar com a verba do convênio Chamamento de Município disponibilizada pelo Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur). Ao todo, a capital terá R$ 500 mil para fazer divulgação da cidade no exterior, principalmente, nos mercados europeu e latino-americano.

A verba será destinada para campanhas publicitárias nas mídias impressas, televisivas e eletrônicas. O Governo do Estado também é parceiro do trabalho de divulgação e promoção da capital. Veja no link material sobre atrativos turísticos.

O Chamamento de Município é um convênio que visa à promoção dos municípios como destino turístico no exterior por meio de ações voltadas para mercados específicos. No ano passado, a Embratur abriu edital para a convocação das cidades interessadas e três foram contempladas pela verba. São elas: Gramado, no Rio Grande do Sul, Foz do Iguaçu, no Paraná, e Vitória.

"Os estados e municípios são grandes parceiros na promoção de destinos brasileiros no exterior", explica o presidente da Embratur, Flávio Dino. Para o gestor federal, essas parcerias colaboram com o cumprimento das metas previstas na Política Nacional do Turismo, que tem como um dos objetivos a descentralização e regionalização do turismo em todo o território nacional.

 

América Latina

Para usufruir dos convênios, os estados e municípios contemplados passaram por adequações propostas pela Embratur. O instituto solicitou aos destinos que definissem ações para os mercados prioritários, em especial, as voltadas para América Latina, foco da Embratur.

Segundo o secretário de Turismo, Trabalho e Renda de Vitória, Paulo Renato Fonseca Júnior, os países latino-americanos são prioridades pela proximidade geográfica com o Brasil, considerando que são mercados com grande potencial para a emissão de turistas para grandes eventos, em especial, a Copa do Mundo de 2014 e a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), em julho deste ano. "Além disso, temos agora até um papa de um país vizinho, um latino que dará também visibilidade à região", lembrou Paulo, referindo-se ao papa Francisco, que é argentino.

Indutor

Os segmentos de Negócios, Eventos e Incentivos na capital se destacam. Paulo Renato lembrou que o fato de Vitória ser um dos Destinos Indutores do Turismo no país também contribuiu na seleção, o que oferece condições seguras do investimento da verba.

"Este grupo se destaca por ter condições estruturais satisfatórias, bons serviços e acompanhar as diretrizes definidas pelo Ministério do Turismo", comemorou o secretário.

Paulo Renato contou ainda que as ações integradas e contínuas entre a gestão pública e o trade e a melhoria dos serviços oferecidos aos visitantes são situações necessárias diante da competição entre os destinos. "É fundamental que o destino se habilite continuamente para que não fique fora do mercado".

 

Informações da Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Vitória.

available